Cópia de Sem nome (5).png

Blog MecTRIA

  • MecTRIA

A importância da manutenção e a influência na produção.

O termo manutenção se refere ao procedimento onde um determinado equipamento ou bem recebe um tratamento para que, com o passar do tempo, seu uso não seja afetado por utilizações passadas. A manutenção busca prolongar a vida útil dos equipamentos e evitar paradas na produção. Mas você conhece os tipos de manutenção e como elas pode influenciar positivamente ou negativamente na produção? Leia abaixo e fique por dentro!

Manutenção corretiva: como o próprio nome já diz, ela visa restaurar o funcionamento de um equipamento após o seu desempenho diminuir ou haver a falha do mesmo. Para o caso de o desempenho diminuir é realizada a manutenção corretiva planejada, ou seja, não espera a máquina falhar para realizar o reparo. Já manutenção corretiva não planejada pode gerar altos custos para a empresa, uma vez que pode parar a produção em função de quebras e falhas dos equipamentos. Além disso, em atividades não planejadas existe um desperdício de tempo de 65%.

Manutenção preventiva: esse tipo de manutenção busca reduzir, ou evitar, a quebra ou a queda de desempenho do equipamento. É realizada com determinada periodicidade pré definida e é fundamental quando há riscos de agressão ao meio ambiente, para os equipamentos que não podem parar em hipótese alguma para manter a produção e quando o equipamento está relacionado à segurança do pessoal.

Manutenção produtiva total (TPM): é a manutenção realizada por todos os empregados, por meio de atividades em pequenos grupos que visam o controle completo dos equipamentos. Tem como base princípios de trabalho em equipe e autonomia, além da abordagem de melhoria contínua para evitar danos. Esse tipo de metodologia enxerga a manutenção como responsabilidade de toda a empresa, de maneira que todo o pessoal pode contribuir de alguma forma.

Manutenção preditiva: é o equivalente a manutenção corretiva planejada, ou seja, realizar ajustes nos equipamentos apenas quando precisarem, mas sem deixar que quebrem ou falhem.

Excluindo a manutenção corretiva não planejada, todas elas visam a melhoria de produção em aspectos como: segurança, uma vez que equipamentos com manutenção regular possuem menos chances de falharem de forma inesperada, diminuindo o risco para os profissionais. Confiabilidade, pois parando menos a produção vai haver menos desperdício de tempo e o nível do serviço é mais confiável. Qualidade, já que equipamentos que passam regularmente por manutenções têm desempenho padrão e não afetam a qualidade do produto final. Redução dos custos, pois, como visto anteriormente, manutenções preventivas são mais baratas e rápidas que manutenções corretivas ou repor uma máquina inteira. Aumento do tempo de vida, pois reduz problemas de desgastes acumulativos.

Em síntese, a manutenção é importante em todos os aspectos e pode reduzir muitos custos em produções que possuem maquinários. Além disso, otimiza a produção e torna a qualidade dos produtos muito alta. Basta escolher qual tipo de manutenção é adequado para determinado equipamento e aguardar os resultados!

0 comentário
Posts Recentes