top of page
Cópia de Sem nome (5).png

Blog MecTRIA

  • Vítor Pantaleão

Sistemas de Climatização


Você sabia que os diferentes climas afetam o humor das pessoas de diversas formas?

Isso mesmo, segundo um estudo feito no MIT (Massachusetts Institute of Technology), temperaturas menos ideias, como calor ou frio extremo, se relacionaram diretamente à sentimentos piores e até alterações visíveis no bem-estar dos indivíduos analisados. Ou seja, não é interessante estar em ambientes mal climatizados, visto que pode afetar diretamente sua produtividade.



Mas como corrigir essas situações de locais com climas desagradáveis?

A resposta está justamente nos projetos de sistemas de climatizações que são desenvolvidos pelos engenheiros!


E o que são esses sistemas?


Um sistema de climatização consiste basicamente em um condicionamento de ar de um ambiente por meio de um conjunto de equipamentos ou dispositivos projetados para controlar a temperatura, umidade e qualidade do ar em um espaço fechado e pode ter diferentes funções: aquecimento, ventilação, ar condicionado e refrigeração. Também conhecidos pela sigla em inglês HVAC (Heating, Ventilation and Air Conditioning). Segue abaixo suas funcionalidades e propósitos:


Aquecimento: Utilizado em ambientes com temperaturas abaixo da esperada, com o intuito de aumenta-lá até o agradável. Sistema de aquecimento central, radiadores e aquecedor elétrico são exemplos com tal finalidade. E obviamente existem sistemas mais simples, como a criação de uma lareira.


Ventilação: Função procurada quando necessário renovar o ar em um espaço fechado, removendo o ar viciado, rico em dióxido de carbono, vapores e outros poluentes e substituí-lo por ar fresco e limpo. Bastante requisitado em centros cirúrgicos ou salas de isolamento, locais com alto risco de infecção hospitalar. Sistemas de ventilação podem ser naturais ou mecânicos, sendo o primeiro comum no dia a dia, por meio da abertura de janelas e portas, e o segundo visto em exaustores e ventiladores


Ar Condicionado: Tem a finalidade de regular e controlar a temperatura do espaço desejado, muitos veem como o sistema inverso ao aquecimento, visto que é usado diversas vezes para esfriar o ambiente pela queda da temperatura, mas atualmente, muitas produções modernas contam também com os 2 processos citados acima englobados nele. O sistema funciona por meio do processo de refrigeração, que envolve a remoção do calor e umidade do ar interno do ambiente e sua transferência para o ambiente externo, por meio de um refrigerante. O ar resfriado e desumidificado é então redirecionado de volta para o ambiente interno, proporcionando conforto térmico e melhoria na qualidade do ar.


Refrigeração: Função para temperaturas abaixo de zero, muito utilizada em frigoríficos para estocagem de alimento, em residências e estabelecimento para gelar bebidas e comestíveis, e até mesmo em computadores e servidores para evitar superaquecimento e prolongar a vida útil. Existem vários tipos de sistemas de refrigeração disponíveis, incluindo sistemas de refrigeração por compressão de vapor, sistemas de refrigeração por absorção, sistemas termoelétricos e sistemas de refrigeração criogênica.


E quais seriam as tendências dessa área em um futuro próximo?


Sabe-se que vivemos na era da automação e da consciência ambiental, e obviamente os avanços vinculados a área da climatização estariam ligados aos dois aspectos citados. Portanto segue abaixo algumas tendências:


1. Implementação de tecnologias com inteligência artificial (IA): Ajustes automáticos e facilitados da temperatura e umidade local de acordo com as preferências do usuário, além da eficiência energética ligada ao alto grau de atuação dessa inteligência, evitando gastos associados a falta de conhecimento do consumidor.


2. Sistemas de climatização com tecnologia de energia renovável: Estão cada vez mais frequentes na realidade atual, por meio da utilização de fontes de energia como a solar e a eólica, justamente para alimentar esses sistemas, acarretando na menor emissão de gases de efeito estufa e no menor consumo de energia.


3. Tecnologia de refrigeração magnética: Tal modelo de refrigeração é novo e emergente no mercado e utiliza imãs em vez de refrigerantes químicos para remover o calor dos espaços desejados. Essa tendência refletirá diretamente na redução dos impactos ambientes causados pelos modelos antigos.


4. Sistemas com tecnologia de desumidificação: É uma das principais funções dos sistemas de climatização, entretanto as tecnologias atuais pecam em eficiência e refletem esse aspecto negativo no ambiente. Entretanto os processos de esumidificação vem se desenvolvendo cada vez mais no intuito de otimizar ao máximo a rentabilidade e consciência ecológica. Alguns dos métodos avançados que estão cada vez mais presentes são os de Desumidificação com absorção, com membrana, com trocador de calor e com desumidificador solar.


Ou seja, assim como as demais áreas, os sistemas de climatização tendem a evoluir cada vez mais de acordo com as novas descobertas científicas e pesquisas tecnológicas realizados por profissionais do ramo da engenharia. E não há nada melhor do que se informar previamente do que se tratam e do que está por vir visto que o “boom” tecnológico é mais real do que

nunca.


Veja mais sobre esse e outros temas relacionados com a engenharia mecanica em Nosso Blog.

Você tem interesse em desenvolver algum projeto? Ou tem uma ideia que deseja tirar do papel? Entre em contato com a gente para que possamos te ajudar, Fale Conosco!




0 comentário

コメント


Posts Recentes
bottom of page